mikairos - Studies - Software + Mobile App for Churches

Afinal, quem tem o controle de tudo?

Posted in 27 de novembro de 2023

View attachment

ESTUDO DE CÉLULA KAIROS

 

 

TEMA

Afinal, quem tem o controle de tudo?

 

TEXTO-BASE

João 3:16; Provérbios 16.1


QUEBRA-GELO

O que você faria se Jesus lhe pedisse para entregar o seu carro e o seu telemóvel a Ele por uma semana?


VERDADE CENTRAL

O desejo de controlar tem sua raiz na falta de fé. Quando você pensa que só você sabe o que é bom para a sua vida e só você pode controlá-la, você está subestimando o poder de Deus.


INTRODUÇÃO

Se a vida é uma viagem, como dizem por aí, então a grande questão que vai definir não só como a viagem vai acontecer, aonde vai chegar, quando vai chegar, é quem está a conduzir. Quem está no volante da sua vida? Quem cansa mais em uma viagem? O motorista ou o passageiro?

Na sua jornada, quem está a conduzir: Jesus ou você? Se em uma viagem de 10 horas o motorista já se cansa tanto, isso explica por que há pessoas tão exaustas, estressadas e sobrecarregadas, porque estão ao volante de sua vida há anos. Não se livraram do controle excessivo ainda. Sofrem com ansiedade, com inseguranças, as vezes descontam tudo em tudo e em todos.



DESENVOLVIMENTO

Você realmente crê em Jesus?

Será que você leu corretamente o versículo mais famoso da Bíblia? João 3:16

A promessa de vida eterna está disponível para todo o que nEle crer.

No texto João usa uma frase surpreendente, porque não diz apenas “todo o que crer no que ele diz” (crer que o que ele diz é verdadeiro e merece confiança), mas “todo o que nele crer”. A frase grega poderia ser traduzida da seguinte forma: “crer na pessoa dele”. Ou seja,o sentido aqui fala de uma confiança que se dirige a Jesus e nele permanece.

A fé que salva não significa apenas acreditar nos fatos da nossa salvação (Jesus, cruz, ressurreição), mas implica a confiança pessoal em Jesus.

Isso fala de Confiança total.

Em Lucas 1:26-38 encontramos uma das mais surpreendentes histórias registradas nas escrituras. Vamos ler juntos.

Após a leitura respondam juntos às perguntas abaixo:

O que Maria sentiu com a chegada do anjo, conforme verso 29?

Quais eram as implicações em sua época caso Maria fosse descoberta grávida sem estar casada?

Maria chegou a conversar com seu noivo José antes de tomar uma decisão e dar sua resposta ao anjo?

Lendo agora esta história, pensamos que foi fácil para Maria confiar em Deus e render-se a Ele. Afinal, ela seria a mãe de Jesus. Mas pense bem, ela era muito jovem. Como qualquer outra jovem da sua idade e da sua época, ela era cheia de sonhos. Ela sonhava em se casar, ela tinha seus próprios planos. E ela teve que escolher entre seus planos e os planos de Deus, entre os seus sonhos e o propósito divino. Ela teve que escolher entre seu controle e o chamado de Deus. E mesmo não tendo todas as informações, sem ter entendido como tudo seria, mesmo sem saber de todo o plano, ela escolheu confiar que Deus tinha um propósito para a sua vida, e decidiu confiar em Deus.

Agora vemos algo chamado de entrega plena e completa.

Confiança de verdade resulta em entrega total. Do que adianta dizer que confio, se não sou capaz de entregar o controle total?

Muitos dizem que abriram a porta da sua vida para Jesus entrar, mas na verdadecolocaram Jesus assentado no banco do passageiro. Muitos querem Jesus por perto, mas não confiam nele a ponto de deixá-lo guiar o carro.

Não existe uma entrega parcial, ou graus de entrega. Também não existe condições impostas para eu entregar tudo. Não existe algo do tipo “entreguei 80% do controle a Jesus”, porque não existe confiar uma parte, mas não confiar tudo. Se não confia tudo, então não confia.

Assim como não existe uma viagem com duas pessoas a segurar no volante (que perigo!). Se você der o menor gesto de assumir de novo a direção, Jesus solta tudo de volta para você mesmo conduzir.

É por isso que entregar o controle é uma decisão, num dia especial, mas que deve ser repetida a cada dia.

O que você está tentando controlar que está fora do seu controle? O que você precisa render a Deus? Relacionamentos? Medos? Sua imagem e o que os outros pensam de você? A busca da perfeição? O futuro de seus filhos? Seu casamento?

O desejo de controlar tem sua raiz na falta de fé. Quando você pensa que só você sabe o que é bom para a sua vida e só você pode controlá-la, você está subestimando o poder de Deus.

Maria entregou todo o controle para Deus. Sem saber o que aconteceria com ela, sua resposta ao anjo foi: “Sou serva do Senhor; que aconteça comigo conforme a tua palavra”.

Nós podemos fazer planos, projectos, mas o Senhor é quem dá a última palavra, o Senhor é quem ordena os passos.



CONCLUSÃO

O desejo de controlar tem sua raiz na falta de fé. Quando você pensa que só você sabe o que é bom para a sua vida e só você pode controlá-la, você está subestimando o poder de Deus. A partir desse exemplo tão forte de confiança e entrega, decida tomar uma decisão de fé.Segura na mão de Deus e segue.